Passo a passo: Como definir o modelo de trabalho da equipe de vendas

Antes de qualquer alinhamento no trabalho das equipes de vendas, é preciso dar um passo atrás e identificar o modelo de vendas, que é formado a partir da definição da estratégia de vendas e, em seguida, o objetivo de cada produto.

Mas para que essas definições sejam assertivas e tragam resultados, é essencial diagnosticar quais são os desafios que precisam ser superados e os problemas que devem ser solucionados no processo de vendas. É normal, porém, que as empresas estejam viciadas em suas análises e ao errarem na identificação do problema, a solução proposta certamente também acaba sendo equivocada.

Para justamente evitar este tipo de situação que uma das nossas áreas de atuação, aqui na Soluções VendaMais, é o diagnóstico. Usamos uma metodologia para análise da sua estrutura comercial em quatro níveis de aprofundamento de diagnóstico: Análise da Equipe de Vendas, Análise da Equipe Comercial, O que seu cliente pensa e Análise de todo o modelo comercial.

Os processos de vendas são um pilar fundamental para a produtividade da equipe. E para que você possa entender melhor como fazer isso, preparei este passo a passo com base no nosso diagnóstico. Veja só!

1º passo: Definindo o mercado

Para definir o mercado que seu produto ou serviço irá atuar, é necessário entender o que o cliente realmente precisa e para que precisa, o que chamamos de foco do cliente. Para isso, escolha um produto do portfólio, estude-o e defina como ele contribui para a estratégia de sua empresa. Algumas questões podem ajudar na definição: Que problema este produto resolve? Qual a margem de quem resolve este problema neste mercado? Qual a complexidade para vendê-lo? Qual o ticket médio das vendas dos concorrentes? Qual o público-alvo, perfil de cliente ideal, personas, etc.? Qual o tamanho deste mercado? Qual a quantidade e leads? Qual o poder de barganha deles? Quem mais resolve este mesmo problema? Quem tem este problema não o resolveu ainda, por quê? Quais são os meus diferenciais? Que benefícios eu proporciono em relação aos meus concorrentes e alternativas.

2º passo: Intensidade de vendas

Para identificar se a equipe de vendas deverá adotar uma postura mais agressiva na comercialização de produtos e serviços, é preciso compreender se o produto acabou de entrar no mercado e precisa se tornar conhecido do público, ou se já é consolidado. Se é entrante, por exemplo, a venda deverá ser mais agressiva, com o objetivo de posicionar o produto rapidamente no mercado. Diante deste aspecto, é preciso que o vendedor seja um Hunter, o que significa um profissional com alto poder de persuasão. Por outro lado, se já é consolidado no mercado e considerado uma venda de baixa complexidade, o vendedor poderá adotar uma postura de Farmer, ou seja, o grande cultivador de clientes, que ajuda a construir relacionamentos e efetuar mais vendas.

3º passo: Tratamento dos leads

Os leads precisam ser tratados com todo cuidado, é claro, mas analisar o quanto se deve empregar de tempo e dinheiro é fundamental. Esta decisão, porém, dependerá da complexidade da venda. Se o produto ou serviço traz muitos leads tradicionalmente e a venda é de impacto, a equipe não precisará fazer tantos investimentos nos leads – isso porque haverá uma conversão orgânica de muitos deles. Com toda certeza, é necessário dosar o investimento de tempo e dinheiro, para que estes contatos não sejam perdidos. Por outro lado, quando há poucos leads e a venda é de alta complexidade, como a venda de um imóvel, é preciso dedicar-se integralmente a cada lead conquistado, até porque são poucos clientes e a oportunidade de conquista-los é ainda menor.

4º passo: Definição do processo de vendas

Ajudar a equipe a identificar o melhor método de vendas é crucial para o sucesso. É preciso saber, por exemplo, qual o caminho mais assertivo para se comunicar com o cliente: o contato presencial ou à distância. As diversas ferramentas tecnologias hoje existentes ajudam neste processo. Entretanto, mais uma vez é necessário analisar a complexidade de vendas. Se o exemplo é de uma empresa de atuação B2B, que envolve o atendimento de grandes contas, claramente se trata de um processo de vendas complexo, o que exige maior proximidade com os clientes. Por vários motivos: o número de leads qualificados é menor, os investimentos no processo de vendas são altos e os tickets médios de vendas também. Por outro lado, se o processo for menos complexo, o contato poderá ser suprido por ferramentas de comunicação à distância. Por isso, é imprescindível identificar o formato e os processos que estão sendo usados tanto na prospecção dos clientes, como na manutenção do relacionamento – a empresa pode estar empregando dinheiro e energia erroneamente.

Anterior

Próximo

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Fale conosco agora